Fernandel é conhecido por seus papéis cômicos no cinema francês. No entanto, muitos não sabem que ele era apenas um ator maravilhoso da chanson francesa. Seus álbuns eram muito populares na França. Mas o mundo inteiro viu como apenas um comediante, que pegou o ladrão no filme "A lei é a lei." Em uma das histórias do filme "O Diabo e os Dez Mandamentos", ele até apareceu na imagem de Deus. Ele promoveu com sucesso mais limpo no filme "Casimir", iniciando assim o desenvolvimento da rede mundial de marketing. Em seus últimos anos, ele, juntamente com Jean Gabenom no final dos anos 60 abriu seu estúdio e filmou-o em um par de novas produções. Seu estúdio Gafer "foi de curta duração, uma vez que estão ambos no início dos anos 70 faleceu.